segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Ana Raquel

Ana Raquel - 18 anos 
mamãe da Luna Eduarda - 3 meses

facebook ↓
http://www.facebook.com/kellcatturandi

Ask ↓
http://ask.fm/kellcatturandi/best

Blog dela ↓
http://gravidaaos17.blogspot.com.br






Lunna ↓



















Historia dela ↓

Tudo começou em junho de 2011. Ele me adicionou no face aí desde então começou a me paquerar kkk comentava minhas fotos, publicava no meu mural e todas essas coisas. Mas eu nem dava moral, poq tava numa fase muito EU sabe? Era meu ultimo ano na escola, tinha acabado de completar meus 17 anos, tinham começado os ensaios do meu musical que eu iria apresentar no teatro de um shopping aqui da cidade.. Eu estava super realizada e feliz. Jurei pra mim que não iria namorar.
Eu usava mais o twitter, então era muito dificil eu entrar no facebook, então eu e ele nunca haviamos conversado. Até que no dia 13 de junho de 2011 o twitter tava bugado e não tava funcionando. Fui obrigada a entrar no facebook ou morreria de tédio. Estava na escola, mas estava sem aulas. Não me recordo o motivo. Foi então que ele publicou me desejando boa sorte, pois era meu primeiro dia de trabalho. Fiquei toda boba poq ele tinha lembrado e tudo mais... Fiquei feliz e fomos conversar... Depois de um tempo pediu meu número e trocamos sms. Depois ele me ligou e ficamos conversando, estava tudo perfeito. Ele pediu pra ir me buscar na escola e eu deixei. Marcamos de nos encontrar e tudo mais. Matei o ultimo tempo pra ficar com ele. Quando ele chegou, olhei lá de cima (estudava no segundo andar) e o ví. Camisa azul e calça marrom. Todo lindo com cabelinho dourado bagunçadinho e olhinhos brilhantes a me procurar. Meu coração acelerou e eu só pude pensar: meu Deus, é ele!
Desci as escadas achando que iria cair, fiquei tão nervosa que não me lembrava mais como se andava kkk fui falar com ele. Ele olhou pra mim e disse sorrindo: Ana Raquel? Minha princesa?
Fiquei lesa. claro kkkkk ficamos conversando no refeitório então pedi pra ele me deixar em casa... Fomos andando e ficamos conversando na frente de casa. Nos beijamos.
Durante o dia, ficamos trocando mil sms e assim foi naquele dia inteiro. No dia seguinte ele foi me deixar em casa de novo. Não nos vimos no terceiro dia e no quarto dia ele foi em casa meio bêbado (kkk) me deu um pingente com a metade de um coração. A outra metade estava no pescoço dele. Me pediu em namoro. Me apaixonei de um jeito que jamais imaginaria me apaixonar. Ele pediu dos meus avós pra namorar comigo e nos viamos todo final de semana. Com 1 mes de namoro, fui escondida pro show do Jorge e Mateus com ele, meus avós descobriram e me expulsaram de casa. Ele me levou pra casa dele e ficamos morando juntos. Era tudo lindo. Eu adorava aquela vida. Era extremamente feliz. Mas foi indo morar lá que descobri que Marcos era o maior galinha. Via os historicos no computador e descobria tudo. Brigavamos bastante. Mas sempre faziamos as pazes e comiamos muito sorvete, jogavamos video-game juntos, faziamos competição de quem comia mais jujuba de uma só vez; De fato nós viviamos brincando e sorrindo. Nos amavamos. Quando minha avó me chamou de volta e eu fui, ele chorou bastante e continuamos nos amando a cada dia. até que terminamos, eu engravidei, voltamos e a vadia apareceu.
Foi mais ou menos em outubro de 2011, o Marcos Paulo tinha acabado de terminar o namoro de 5 meses comigo porquê eu sentia muito ciúme etc, mas como a gente ainda se gostava muito, continuamos ficando... Sempre estranhamos o fato de que nós mantínhamos relações sexuais sem proteção e mesmo assim eu nunca havia engravidado antes... Surgiu então na minha cabeça a ideia de que eu não pudesse ter filhos! Então decidimos tentar engravidar, o que não foi muito inteligente na época porque eu não trabalhava, só ele, e nós nem tínhamos terminado o ens. médio ainda! Mas os dois convencidos de que eu era estéril, ficamos tentando e tentando, mas com o trato de que se por acaso eu engravidasse eu tiraria o bebê. (me odeio até hoje por ter pensado e concordado com uma coisa dessas!) Mas minha menstruação veio naquele mês, dia 1º de novembro e nós finalmente nos convencemos de que eu não poderia ter filhos e até conversamos sobre uma possível adoção quando nos casássemos no futuro etc.
E então vieram as festas de fim de ano! Me lembro que em dezembro houve o casamento da minha prima, e todo mundo só pensava nisso e era o evento do ano pra nossa família! Mas os dias foram passando e eu estranhei não sentir cólica nenhuma e nem TPM e nem nenhum sinal da minha menstruação, então falei com meu namorado sobre isso e ele ficou muito exaltado e bravo... Disse que eu iria me virar pra fazer o aborto, do contrário ele iria morar em Boa Vista (fica no estado vizinho) e eu nunca mais iria saber da existência dele! Eu fiquei apavorada com a ideia de ficar sem ele e o tranquilizei, dizendo que era normal atrasar, e que mesmo assim, ainda não estava atrasada!
(A minha menstruação nunca foi muito regular, sempre foi toda maluca! Mas de certo vinha todo final de mês... ) E então chega o natal! 24 de dezembro e a minha menstruação ainda não tinha vindo... Fui fazer compras com a minha irmã e contei pra ela que estava atrasada, ela ficou meio boba com a ideia de um sobrinho ou sobrinha, mas eu estava tremendo por dentro.
Na festa de natal, Marcos Paulo já estava bem ciente da minha gravidez, e estava até meio feliz... Eu achei que a partir daí seria tudo diferente.
Mas eu estava enganada...


via ask ↓

Como sua mãe reagiu quando você contou pra ela que estava grávida?  
Em uma noite dessas, de choro e tudo mais, tive a maior decisão da minha vida! Eu iria contar pra minha mãe sobre o que estava acontecendo. Me lembrei que pouco mais uma semana, meu pai havia sonhado que eu estava grávida, aquilo meio que me impulsionou a fazer o que eu estava prestes a fazer. Peguei o celular e disquei o número: caixa postal. Mandei mensagens de texto para outro celular que costumava ficar na casa dela (ela estava no trabalho) pedindo pra ela entrar em contato comigo assim que chegasse em casa. Não demorou muito e o celular tocou. Atendí e começamos a conversar sobre assuntos diversos, como sempre fazíamos normalmente. Quando a conversa terminou e ficamos sem assunto, eu já sabia que havia chegado a hora de contar pra ela. Meu coração estava acelerado no máximo e eu gaguejei: "ma-mãe? e-e-eu tô gra-grávida". O silêncio dominou a nossa linha telefônica. Eu já estava preparando meu velório quando perguntei pra ela se ainda estava tudo bem. E ela perguntou se eu queria matá-la com a voz meio chorosa. Eu continuei calada esperando a bronca que provavelmente eu iria escutar por mais algumas horas.
Pra minha surpresa total, a minha mãe, que cá entre nós, também engravidou aos 17 e sempre me aconselhou sobre isso, ficou completamente feliz! Disse que não acreditava naquilo, e me chamou pra voltar pra casa dela, porquê ela queria o neto lá com ela e não na casa dos outros! Ficamos mais alguns minutos conversando sobre isso, sobre médico, sobre minha barriga... Opa! Minha barriga! Ela estava louca pra me ver! kkkk Então marcamos um encontro e eu fui dormir com o maior sorriso do mundo em meu rosto, um alívio que não dá pra explicar. A gravidez poderia até ser difícil, mas ter alguém me apoiando não tinha preço.
sua filha chama luna ou maria eduarda? han? pq essa confusao?
ela foi maria eduarda a gestação todinha. Faltando 7 dias pro nascimento a puta da emily fez a cabeça dele dizendo que ela era filha de outro, ele acreditou e disse que não ia assumir mais. Aí ele sumiu do mapa. Fui atras dele umas duas vezes, mas ele não quis ouvir, Me revoltei e ia assumir sozinha mesmo, troquei o dia do parto, troquei de maternidade e mudei o nome pra Selena. Mas todo mundo continuou chamando de duda poq ja estavam acostumados.
Aí no dia do parto, ele apareceu lá no hospital (não sei como descobriu, ou quem falou) mas ele tava lá, com ela nos braços e todo abestalhado, chorando e tal.
Aí ele segurou minha mão, disse que seriamos uma familia, que a emily era passatempo e que ficariamos juntos pra sempre.
Passados 3 dias, voltei pra casa e ele foi nos visitar. Disse que queria assumir, que queria registrar e tal, mas que achava o nome Selena muito feio. Ai eu disse que Maria Eduarda que era feio, muito comum.
Então fomos procurar outro nome juntos, catei meu notebook e fomos procurar nomes incomuns.
Foi uma luta poq nunca concordávamos kkkk Então achamos Luna, eu gostei e ele tambem.
Mantemos o eduarda poq todo mundo a chamava de duda.
Aí ficou Luna Eduarda :)
quando alguém fala mau da Luna você___________  
desço do salto, rodo a baiana e baixa o espírito de barraqueira no meu corpo kkkkk xingo que só.
Mas iss se for pessoalmente. Aqui pelo ask nem dou bola, poq esse pessoal que xinga minha filha só quer atenção e eu não gasto meu latim com gente recalcada e infeliz :)




saudaaaaaaade demais :') Foi no finalzinho da gestação. Me sentia linda e com curiosidade de conhecer a Luna *-*


Quando eu vi a Luna pela Primeira vez , Sempre digo que eu não pensei em nada. Apenas fiquei olhando, queria beijar, agarrar, abraçar, tocar, cheirar e ficar com ela pra sempre <3


a MELHOR coisa que já me aconteceu. É amar incondicionalmente, Sentir alegria só por alguem existir. Sentir-se mais forte com um sorriso, ter uma companheira pra todos os momentos e acima de tudo conhecer a verdadeira felicidade!









Luna, minha filha, não sei se você vai chegar a ler tudo isso, não sei com quantos anos vai estar e nem sei o que foi que mudou com o passar do tempo.
Mas só quero te dizer, que eu te amo. Que te amo mais que tudo! As coisas por enquanto estão muito muito difíceis, sei que você não entende ainda, mas só Deus sabe quantas vezes já chorei contigo no colo. Nada está simples, não está do jeito que eu sonhei pra você.
Quero também te agradecer, poq mesmo tão pequena, tão inocente e mesmo sem querer você me fortalece. A cada toque, a cada olhar, a cada sorriso que você me dá, me recarrego de forças e de esperanças. De vontade de dar a volta por cima e construir um futuro lindo e feliz pra nós duas.
Você merece tudo de melhor, você merece ser a menina mais feliz do mundo e eu farei de tudo pra realizar teus sonhos. Posso não te dar tudo o que você merece agora, mas te prometo que amor não vai faltar...
 EU TE AMO LUNA EDUARDA. Você é tudo pra mim.
Beijos, mamãe.
Manaus, 10 de outubro de 2012 - 22:16.

TUDO FOI ESCRITO POR ANINHA ;] '-  QUER SABER MAIS ? PERGUNTA LÁ EM CIMA , NA ASK ;]

BEEIJOS ;]


20 comentários:

  1. ameeeeeeei *---------------*
    ficou perfeito! muito obrigada, adorei demais!

    http://gravidaaos17.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHA eeu que aameei suuuuua hiiisttoria queeel ♥ *-*

      Excluir
  2. Poxa, eu já amo a histórinha dela, e ela então nem falo rs, Mas aqui tá um pouco diferente né rss, mais emocional kkkk
    AMEI \o/
    Beijão amiga

    ResponderExcluir
  3. ai meu deeeeeeus já sabia da historia mas com esse fianlzinho eu me emocionei ! lindo, amo as duas !

    ResponderExcluir
  4. ain queria um post tbm kkkkkkkkkkkk :) #blinks !

    ResponderExcluir
  5. aaah eu adorei o blog, poe ai o link de inscricao pra gente seguir seu blog ! bjos

    ResponderExcluir
  6. amei,, já conheço a historia mas amo que amo ler td de novo vcs merecem ser muito feliz! bjs com asas Ely

    ResponderExcluir
  7. Muito bacana sua história Viu! Sempre que posso passo aqui nesse cantinho, é muito gostoso conhecer a história de vocês, garotas guerreiras!

    Seguindo, se quiserem, deem uma olhadinha - - www.cantinhodasmocinhas.blogspot.com

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  8. É por isso que existem cada vez mais e mais grávidas de 13, 14, 15 anos, pq tem gente pra aplaudir, achar bonito e fazer igual. Fala sério! Alguém aqui sabe mesmo o significado de guerreiras? Pq o que se passa aqui, pra mim tá MUITO longe disso. Guerreiras pra mim são as mães que tem dificuldades pra engravidar, mas lutam e lutam pra ter filhos. Maes que precisam trabalhar, e tem deixar os filhos na creche tão cedo. Mães que dão conta de cuidar dos filhos, da casa e do marido, sem ajuda dos pais e de ninguem. Que passam perrengue com marido tendo que pagar contas, ter grana pra custear pelo menos o básico do que um nenem precisa (to falando do basico mesmo, que já é mt caro, então pense no "superfulo", que as vezes nem é tão superfulo assim), e não sobrar nada no final do mes, mas mesmo assim se considerar a pessoa mais feliz do mundo. E entre tantas outras GUERREIRAS de verdade...
    Guerreiras pq tiveram filho cedo e assumiram? Gente, isso não é mais do que obrigação!!! É muito fácil criar filho na casa dos pais, criar filho sem contas pra pagar, sem se preocupar com o custo disso tudo. É muito fácil fazer fama da internet de "mãe na infância" (pq pra mim até 15 é criança), muito lindo tirar mil e uma foto com os filhos e no final do dia, dar a criança pra vó cuidar. Sendo assim, eu crio minha filha e mais 20! Eu, hein.
    E os pais? Fazem mesmo papel de pais? Homem já é imaturo, penso em um pai adolescente... Nossa.
    Vamos acordar pra vida!! Parem de idolatrar essas meninas! Não é normal iniciar a vida sexual tão cedo, quanto mais ter filho, em uma idade que a pessoa mal sabe se cuidar, quanto mais cuidar de outra vida. Pra mim que tenho 20 anos, já é difícil cuidar de um ser totalmente dependente de mim, imagina pra essas crianças?
    Gente, essa idade é uma idade pra estudar, curtir, viajar, namorar e não pular etapas. Não me venham com essa história de que isso não importa agora, pq importa sim. A vida não acaba, claro. Mas, a gente tem que se anular por um bom tempo. Se privar de N coisas. Então, não sejam hipócritas, por favor!
    Eu li todas as histórias, e sinceramente não sei qual é a pior, e to querendo entender até agora o que se passa nessas cabecinhas...
    Deus, dê juízo, por favor!!
    Queria falar mais coisas, mas tenho certeza que vai ser tudo em vão. As adolescentes de hoje, estão muito aceleradas, donas das verdades, se achando AS mulheres... Então, quem sou eu pra dizer alguma coisa, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minha avó sempre me ensinou uma coisa: se não for pra dizer algo bom, é melhor não dizer nada. :)
      toma essa dica pra você e vai cuidar do seu filho. Nos deixe em paz.

      Excluir
    2. Querida, eu não disse nenhuma mentira, vc mesma sabe... Não estou perturbando ninguem. O blog é aberto a todo tipo de comentário, e eu quis deixar aqui o meu comentário com a minha opinião. Se vc não consegue tirar nd de bom do que eu disse, é simples, ignore.
      Beijos.

      Excluir
    3. desculpa mais , cuida da vida é bom meu amoor , eu intendo que cada um tem sua opinião . entao é bom guardar pra si mesma , ! okay ! *-*

      Excluir
    4. Quer dizer então que opiniões que são as mesmas de vocês são bem vindas, opiniões contrárias não? Lidar com gente imatura e que não aceita opiniões adversas, é realmente muito difícil!!

      Excluir
    5. sem mais , beijos ! obrigada por visitar o blog & aumentar mais as Estatísticas ;)) *-*

      Excluir
  9. Que menina idiota meu deus, até parece que nós mães jovens não passamos por esses perrengues, todo dia quando vou trabalhar eu saio chorando de casa, quem dera se eu pudesse passar o dia todo do lado do meu pequeno, tem mais aqui que são bem melhores que essas mães ditas "maduras" que passam o dia todo trabalhando, chegam em casa nem sequer olham pros filhos e no fim de semana que deveriam dar atenção que os filhos merecem elas vão descansar ou sair --'

    ResponderExcluir