domingo, 21 de outubro de 2012

Ana Flávia

Ana Flávia - 14 anos 
mamãe do Otávio Gabriel

Facebook ↓
Logo menos Coloco '-

Ask ↓
http://ask.fm/naahflavia








Gabriel ↓







conta a história da sua gravidez pliz ? 
Ah, obrigada meu bem! *-* Não teve nada de mais, sério, escondi até os 8 meses, quando minha familia descobriu foi complicado, minha vó, meu vô e meu pai não me "julgaram", minha mãe ficou descontrolada, claro, meus tios não aceitaram, um deles agora aceita, o outro diz que continua preferindo minha prima de baixo da terra, do que eu com filho no colo, e assim ate hoje, mas ok, isso não importa, minha mãe está do meu lado, e é disso que eu preciso. Levou um tempo pra acostumar, mas depois minha mãe me apoiou, e a partir daí tudo melhorou, era uma gravidez de risco (para mim, e para ele) porque eu não fiz pre natal nem nada e estava anemica, mas depois que eu ja estava com o apoio de parte da minha familia, a gravidez passou de risco para normal. Minhas amigas permaneceram do meu lado. Ganhei o Otávio de parto normal, totalmente saudavel, e sem nenhuma complicação, graças a Deus, o que foi uma surpresa boa, devidas as circunstancias. E depois dele tudo melhorou, enfim, e eu so tenho a agradecer a Deus, por ter me dado forças e tudo mais, e por ter me enviado um anjo de presente.
ficou "parindo" quanto tempo ? nos conte como foi, você pensou em desistir quando sentiu a dor ou algo do tipo ?
Na terça-feira (06/03) eu comecei a sentir colica, mas bem fraquinha, ai eu fui no hospital de noite, mas a medica disse que a dilatação tava muito pouca, que era pra eu voltar pra casa, ai na quarta-feira (07/03) eu passei mal o dia inteiro, não consiguia nem andar, eram as contrações aumentando, ai quando foi 23:00 eu fui pro hospital, fui atendida 00:00, a medica disse que eu so tava com 3 de dilatação, e pra internar eu precisava de 5, ai ela falou pra eu ficar andando no hospital e quando fosse 02:00 ela ia me atender de novo, ai quando foi 02:00 eu tava com 5 de dilatação e internei, passei a noite inteira acordada, sentindo dor, e as contrações so aumentando, ai na manhã de quinta-feira (08/03) eu ja estava com 7 de dilatação, ai o médico estorou a bolsa, e as contrações pioraram muito, eu senti muita dor mesmo, ai eu comecei a desesperar e a chorar, e achar que não conseguiria, ai passou um tempinho, eu fui pra sala de parto e fui tomar a anestesia na coluna (raquer), so que a médica não consigui enfiar o cateter e a anestesia não pegou direito, ai ela colocou anestesia ne veia e ai aliviou um pouco a dor, mas continuava sendo uma colica muito forte,ai eu sofri mais um bucado e quando foi 09:25 o Otávio nasceu.
respostas da ASK ↓

Tu recebe muitas criticas por ser mãe aos 13 anos ?
sim, mas não to nem ai, eu tenho o filho mais maravilhoso do mundo, e todas as criticas se apagam quando eu olho pro rosto dele

De verdade, sem querer intrometer, mas o que deu na sua cabeça pra deixar isso acontecer ? '-' tão criança que nem aprendeu ainda que toda ação tem reação, só racho KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK cresce e aparece filhote, desculpa mamae IHAUHAUHAUHAUHA
velho, na boa... realmente você está se intrometendo, num assunto que não diz respeito a você, que nãe te interessa. criança eu? meu bem, criança é você que vem aqui em anonimo (nem coragem de botar a cara tem) pra TENTAR me insultar? eu tenho que rir é de você colega. posso ter crescido de um jeito torto, mas pode crê, que hoje, sou muito mais madura do que muita gente por ai, inclusive você, e ja aprendi muito nessa vida, diferente de você que tem que aprender muita coisa ainda ne? inclusive cuidar da propria vida. enfim, vai tomar no cu!
Tenho 14 anos também e acho que estou na mesma situação que vc estava me ajuda ? como lidar com essa situação ? o que eu falo pros meus pais ? ;/
EU ACHO que antes de TUDO você tem que ter certeza se está grávida ou não, ai depois disso, se você tiver mesmo grávida, ai você vai ter que ter calma, NÃO ABORTE, de jeito nenhum, isso é horrivel. Converse com o pai do bebê, ai depois você vai ter que conversar com alguem da sua familia, alguma pessoa que seja mais calma, pra ela te ajudar a contar pro resto da sua familia. Mas não desista do seu nenem, não deixe que ninguem ponha na sua cabeça que é pra você tira-lo ou depois da-lo pra adoção. Independente da sua idade, se você tiver mesmo grávida, você vai amar esse nenem, e vai querer ele com você, pode ter certeza, e é ele mesmo que vai te dar forças pra seguir em frente, sempre de cabeça erguida.
como é sua rotina ?
Normalmente: eu acordo, do café da manhã pro Otávio, tomo meu café, dou banho no Otávio, dou mama pro Otávio, daí ele dorme, aí eu arrumo meu material, meu quarto, e tomo banho, se eu tiver acabado de fazer essas coisas e ele ainda tiver dormindo, leio um pouco, ou mexo na internet, daí depois que ele acorda, eu ou minha mãe damos almoço pra ele, ai quando da meio dia e pouco eu dou mama pra ele e vou pra escola. Quando eu chego da escola, dou mama pra Otávio, ele da uma cochilada e tal, aí eu como alguma coisa e faço meus deveres, aí eu fico com ele, quando da oito, oito e meia, ele mama e dorme, daí eu mexo no computador. Mas as vezes, eu saio dessa rotina, e no final de semana é tudo meio descontrolado.
Você deixou ele nascer ? Ah garota se liga , parece que você não quis ter ele !! E assumir um erro ? Aposto que isso não mudou nada em sua vida , deve continuar dando igual uma louca !
Não bobo, ele ta vivo ai porque eu não deixei! Parece que eu não quis ter ele? Ah, vai tomar no cu velho! Você não sabe NADA de mim pra dizer o que eu quero ou não. EU QUIS TER MEU FILHO, EU AMO MEU FILHO. Mas, na boa velho... FODA-SE VOCÊ E FODA-SE A SUA OPNIÃO. E se eu tivesse dando igual uma louca, o que você tem com isso? Você paga alguma conta minha? Não né! A vida é minha, eu faço o que eu quiser, E SE EU QUISER DA, EU DOU, você não tem nada haver com isso!


Ser mãe é ganhar uma razão pra viver, uma razão pra acordar todos os dias, pra buscar sonhos, pra vencer barreiras, porque depois da maternidade, você tem uma vida a mais pra cuidar, um motivo pra sorrir, uma força pra lutar. Quando se um olha pra um filho, apesar de qualquer circunstancia, é a melhor felicidade do mundo. Da trabalho, é claro, mas qualquer esforço vale a pena quando você vê o sorriso da sua criança, entende? Agora eu sou uma pessoa completa, eu tenho o amor da minha vida, tem um sentido pra pode seguir em frente, apesar de tudo, ou melhor, por causa de tudo. 
                                  
                     Tu recebe muitas criticas por ser mãe aos 13 anos ?


sim, mas não to nem ai, eu tenho o filho mais maravilhoso do mundo, e todas as criticas se apagam quando 
eu olho pro rosto dele

    vê se eu ia arrepender de ter tido uma coisinha linda dessa, que so me da alegria, claro que não.
Claro que nem tudo são mil maravilhas, é trabalhoso, é cansativo, mas é um trabalho bom, é um cansaço que da satisfação, e vale a pena, pode crê que vale a pena. E foi a melhor coisa que eu fiz até hoje, ter deixado nascer meu filho.
                            AMOOOOR <3333 
QUE SE RESUMI EM 2 NOMES , OTÁVIO GABRIEL '' 



TUDO FOI ESCRITO POR ANINHA ;] '-  QUER SABER MAIS ? PERGUNTA LÁ EM CIMA , NA ASK ;]

BEEIJOS ;]



















3 comentários:

  1. Amei a história da Ana, ela de fato é uma super guerreira e soube dar a volta por cima, com a inteligência e maturidade que poucas (raras) meninas dariam!!

    Parabéns Ana Flávia que você continue sendo essa mãe maravilhosa para o Otávio!!

    Torço muitíssimo para você!!

    Bjinhos e tudo de bom!!

    http://amaedadrii.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Priscila... Gostaria de pedir pra que entre em contato comigo no falecomabruna@r7.com . Queria ter a oportunidade de te contar a MINHA história... Um Abraço.

    www.cantinhodasmocinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ela é fofa... tive a oportunidade de conhece-la no hospital, conheci o Otávio tbm! Agora lendo aqui a história dela falei: putz... conheço de algum lugar! kkk
    O otávio, super carismático, comeu minha bolsa! kkkkk

    familiabastosdeoliveira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir